Centenas de casais na fila no primeiro dia da união homoafetiva em Washington

Darlene Garner, à esquerda, tem o rosto enxugado pela sua parceira, Candy Holmes, depois que o casal obteve sua licença de casamento (foto Jacquelyn Martin / AP Photo)

Darlene Garner, à esquerda, tem o rosto enxugado pela sua parceira, Candy Holmes, depois que o casal obteve sua licença de casamento (foto Jacquelyn Martin / AP Photo)

Anúncio Publicitário:

No dia 3 de março mais de 100 casais homoafetivos procuraram o Tribunal do Distrito de Columbia para solicitar suas licenças de casamento, no primeiro dia legal da união entre pessoas do mesmo sexo de Washington.

Cuc Vu, que mostra sua aliança, conseguiu sua licença de casamento com Gwen Migita

Cuc Vu, que mostra sua aliança, conseguiu sua licença de casamento com Gwen Migita (Foto Mandel Ngan / AFP)

O primeiro casal a chegar ao tribunal, três horas antes da abertura, foi Singjoyla Townsend, 41, e sua companheira há mais de dez anos Angelisa Young, 47. Elas estavam amparadas pelo estatuto de “casal doméstico”, vigente no Distrito de Columbia e que agora se tornará licença de casamento.

Mas a oposição à lei pode apresentar um requerimento perante os tribunais por uma colisão formada por organizações religiosas, igrejas e ativistas da comunidade negra. Com uma população de maioria negra no Distrito de Columbia, a influência das suas igrejas é conservadora em assuntos sobre família e homossexualidade.

Phillip Dunham e Pittinger Allen estão juntos há nove anos (foto Jacquelyn Martin / AP Photo)

Phillip Dunham e Pittinger Allen estão juntos há nove anos (foto Jacquelyn Martin / AP Photo)

O diário “The Washington Post” no seu editorial comentou que “não devem ser menosprezadas as opiniões e sentimentos profundos dos que acham, por razões religiosas ou outras, que o casamento é algo que só pode existir entre um homem e uma mulher”, mas “a história se movimenta em sentido contrário, a favor do reconhecimento de que os homossexuais, da mesma forma que os heterossexuais, têm direito a santificar seu amor em casamento, e que a sociedade se beneficiará quando esse direito se estender universalmente”.

Anúncio Publicitário:
A URL encurtada deste post é: https://gay.com.br/wPGgi
By | 2017-10-30T09:52:00+00:00 Março 4th, 2010|Categories: Washington DC|Tags: |1 Comment

About the Author:

%d blogueiros gostam disto: