Fim de semana de casamento coletivo homoafetivo em SP

A Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) da Prefeitura de SP promoveu no domingo, 26/11, o Casamento Coletivo Igualitário, no Clube Homs, na Avenida Paulista, onde 39 casais homoafetivos celebraram o casamento civil, com a presença de seus familiares e amigos. Esta foi a primeira celebração do tipo organizada pela administração municipal paulistana.

Anúncio Publicitário:

O casamento civil homoafetivo teve início em 2013, quando o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) emitiu uma resolução determinando que todos os cartórios realizassem a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Antes, havia muita discordância com muitos cartórios não aceitando o casamento civil direto ou na conversão de uniões estáveis em casamento.

Em 2012, o Governo do Estado de São Paulo promoveu uma cerimônia coletiva em que 47 casais homossexuais oficializaram as uniões estáveis perante a justiça.

Diferentemente da união estável, o casamento civil concede segurança jurídica para o casal no que tange dos seus direitos, como herança, pensão alimentícia e dependência em plano de saúde. O status de relacionamento muda e, em caso de separação, se o casal tiver filhos, o relacionamento deve ser desfeito perante um juiz.

Cristiane Cajaíba grávida de Miguel, filho que registrará com Amanda de Farias (Foto: Vivian Reis/G1)

Cristiane Cajaíba grávida de Miguel, filho que registrará com Amanda de Farias (Foto: Vivian Reis/G1)

Já neste evento, a SMDHC, através dos Centros de Cidadania LGBT espalhadas pelo município, assessoram os casais para que cada um conseguisse, nos cartórios das regiões em que eles moram, a documentação e orientação para a realização do casamento civil, com comunhão parcial de bens e a isenção das taxas do cartório, caso fossem aplicáveis.

Jesus Reinaldo e Raimundo Nonato de Lima: um dos 39 casais que disseram sim durante o evento (Foto: Divulgação / Paulo Lopes/Sec. Municipal de Direitos Humanos e Cidadania)

Jesus Reinaldo e Raimundo Nonato de Lima: um dos 39 casais que disseram sim durante o evento (Foto: Divulgação / Paulo Lopes/Sec. Municipal de Direitos Humanos e Cidadania)

Segundo a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, 39 casais participaram do evento, sendo 26 gays, 11 lésbicas, um trans homem hétero e uma mulher pansexual.

No dia anterior, sábado, dia 25, outro casamento coletivo aconteceu na cidade, mas este não era específico para a comunidade LGBTI, mas era inclusivo. Este foi realizado no Centro de Tradições Nordestinas (CTN), no Bairro do Limão, zona norte de SP.

Gretchen com o marido Carlos e um dos casais de noivos, no 7° casamento coletivo do CTN (Foto: AgNews/Thiago Dur)

Gretchen com o marido Carlos e um dos casais de noivos, no 7° casamento coletivo do CTN (Foto: AgNews/Thiago Dur)

O evento já no seu sétimo ano, reuniu 77 casais, teve como madrinha oficial a cantora Gretchen, que chegou a posar, com seu 17° marido, junto com o casal gay Alan e Josian Ramos Cleto, do bairro do Tucuruvi, zona norte.

Tanto o evento realizado pela Prefeitura como o feito pelo CTN foram gratuitos para os casais. Segundo a Prefeitura, não houve gastos por parte dos munícipes já que os custos ficaram por conta das doações e de empresas parceiras que ajudaram na montagem do espaço e serviços.

Se você ficou encorajado para dizer seu “sim”, fique de olho pelas redes sociais da Prefeitura ou do CTN, para os eventos coletivos dos próximos anos.

Anúncio Publicitário:
A URL encurtada deste post é: https://gay.com.br/wnTWX

About the Author:

Redação
%d blogueiros gostam disto: