Registros de Ocorrências no RJ terão a transfobia, lesbofobia e xenofobia como motivos presumíveis de crimes

A partir desta semana, as delegacias de Polícia Civil do Rio de Janeiro terão de incluir a transfobia, a lesbofobia ou a xenofobia como motivos presumíveis de crimes, somando as motivações de intolerância religiosa e racial já existentes. Essas novas classificações fazem parte de um pedido da Secretaria de estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDMHI).

Anúncio Publicitário:

A classificação da intolerância é fundamental no combate a este tipo de crime no estado. Por meio delas, será possível ter um real panorama dos diversos casos de preconceito que ocorrem no Rio de Janeiro.

Além das novas classificações, a secretaria solicitou à Polícia Civil que haja uma sensibilização junto aos delegados e inspetores quanto à importância dos preenchimento dos campos. Segundo a SEDHMI, muitas vezes, um homossexual é agredido e o caso não é registrado como homofobia, como por exemplo.

Banner do Disque Combate Ao Preconceito (Foto: Divulgação SEDHMI)

Banner do Disque Combate Ao Preconceito (Foto: Divulgação SEDHMI)

A secretaria tem um dos seus canais, o Disque Combate ao Preconceito, criado em agosto de 2017, para receber denúncias sobre todo tipo de violação dos direitos humanos. Ele funciona de segunda a sexta-feira, das 10 h às 16 h, pelo telefone (21) 2334-9551.

Anúncio Publicitário:
A URL encurtada deste post é: https://gay.com.br/tSONv

About the Author:

Redação
%d blogueiros gostam disto: